O principal motivo do seu relacionamento amoroso não estar indo bem é um só:

 

Você está tentando juntar duas peças que você não conhece direito.

 

Veja bem, eu não estou falando que são duas peças que não se encaixam, estou falando que são duas peças que você não conhece bem.

 

E quando eu digo “não conhece bem”, vamos substituir isso por: peças que você não sabe direito como funcionam.

 

Sempre que eu atendo alguém com dificuldade no relacionamento ou quando eu atendo um casal, a primeira coisa que eu faço é mostrar o quanto as pessoas não se conhecem. E eu não estou falando de conhecerem umas às outras, estou falando de não se conhecerem, não saberem como a sua mente e as suas emoções funcionam.

 

Se você não sabe como você funciona, como você pode se atrever a querer que o outro mude, ou pior, como você pode esperar que o outro te atenda?

 

Eu posso te garantir uma coisa, metade dos problemas e conflitos do seu relacionamento não precisavam existir e no momento em que você souber quais das 5 sensações básicas do seu sistema nervoso são mais sensíveis, você vai parar de exigir muito do seu parceiro e da sua parceira, e melhor, depois disso você vai poder acessar o outro respeitando as 5 sensações básicas no sistema nervoso dele.

 

Antes de te mostrar como é possível identificar essas sensações básicas do sistema nervoso de uma pessoa para entender os pontos fortes e os pontos fracos da mente e das emoções dela, eu quero que você anote essas sensações e já tente identificar com quais delas (pode ser mais de uma) você mais se identifica.

 

Por enquanto pense só em você, não tente avaliar o seu parceiro ou a sua parceira, pense apenas em você. Ok?!

 

As cinco sensações básicas registradas no nosso sistema que a nossa mente cria formas de evitar são:

  1. Rejeição,

  2. Abandono,

  3. Manipulação,

  4. Humilhação,

  5. Traição.

A verdade é que a sua mente foi programada para evitar ressentir essas sensações, que a em alguns momentos aqui eu vou chamar de dores, ok?

 

E por que eu uso a expressão “evitar RESSENTIR” essas dores?

 

Porque você já a sentiu com muita intensidade quando a sua mente e o seu corpo estavam se formando. E observe que aqui eu começo a colocar o seu corpo na nossa conversa porque é o formato dele que nós vamos utilizar para entender como a sua mente funciona e como o seu sistema nervoso está programado.

 

Isso porque tanto o seu corpo quanto a sua mente foram formados durante o processo de mielinização do seu sistema nervoso.

 

Para o conteúdo não ficar muito longo, em outro conteúdo eu explico mais sobre como cada etapa dessa forma cada traço de caráter, e como ele molda a mente e o corpo.

Mas vamos fazer um resumo breve para você entender o quanto você não entende como a sua mente e as suas emoções funcionam e fica aí fazendo um esforço danado administrando um monte de conflitos, tentando mudar o outro e não consegue encontrar um ponto de equilíbrio no seu relacionamento, que talvez já esteja por um fio de acabar.

 

Preste atenção nesse processo de cinco etapas que moldou tanto a sua mente quanto o seu corpo e deixou aquelas cinco sensações registradas com uma intensidade aí que você não conhece e não está sabendo lidar.

 

Das cinco etapas de formação da nossa mente e do nosso corpo, a primeira começa no útero e quem passou por uma gravidez complicada, terá o traço de caráter esquizóide mais forte na mente e, sendo assim, terá um corpo mais magro, com muita energia na cabeça e pouca energia (força) no corpo. São pessoas que geralmente usam óculos, são extremamente racionais e lógicas, não gostam de contato e falam pouco. São muito criativas, mas pouco executoras. Tem uma coisa importante de saber sobre esse traço, os esquizóides odeiam incomodar, por isso não são muito comunicativos e proativos. Quem tem esse traço de caráter muito alto não gosta de se expor e morre de medo de ser rejeitado.

 

Essa relação do útero com as “percepções inconscientes” do bebê se dá por conta do estado fisiológico da mãe que se altera quando ela passa por algum desconforto intenso ou um trauma na gestação e sempre que o estado emocional dela se altera, o estado fisiológico também se altera fazendo o corpo dela mandar menos sangue para o útero, deixando ele frio, duro e desconfortável para o bebê.

 

Cada etapa dessa tem uma explicação técnica e física/biológica, mas eu não vou entrar em detalhes aqui para o conteúdo não ficar muito longo, está bem?!

Vamos então para o quarto traço de caráter que se forma na nossa mente e fica registrado no nosso sistema nervoso enquanto o nosso corpo se desenvolve: o traço de caráter do masoquista (também não é aquele dos filmes). Ele se forma durante a fase do desfralde, quando a criança ainda não tem o controle do esfíncter anal e se sente humilhada por fazer cocô nas calças e receber uma bronca e uma reprovação na frente de outras pessoas.

 

Pessoas com o traço de caráter masoquista muito alto têm o formato do corpo mais quadrado, preparado para suportar peso e guardar coisas dentro de si. Elas têm o formato do bumbum bem amassado e trancado, em muitos casos trancado com tanta força que faz com que os pés se abram quando a pessoa fica parada. Tudo isso para evitar “fazer merda”, por isso são pessoas extremamente metódicas e atentas aos detalhes. São pessoas mais lentas, porém, muito fortes e constantes. Emocionalmente são pessoas sensíveis (que sentem), mas que não demonstram, elas guardam tudo dentro de si. O maior medo de um masoquista é falhar e ser exposto, pois isso fará com que ele se sinta muito humilhado.

O último traço que se forma é traço de caráter rígido, e quando o assunto é relacionamento amoroso e sexualidade esse traço é extremamente importante e precisa ser muito bem observado porque ele se desenvolve na fase em que a mielinização do sistema nervoso atinge o ponto final da coluna, dando para o aparelho reprodutor sensibilidades novas, que até aquele momento a criança não tinha. É nesse momento que a sexualidade surge na vida, na mente e no corpo humano, fazendo com que o menino se conecte mais com a sua mãe e a menina mais com o seu pai, formando o que Freud descreveu como o Triângulo de Édipo.

 

Pessoas com esse traço de caráter evidente desenvolvem um corpo e uma mente extremamente competitivos, a menina perdeu o seu primeiro grande amor (seu pai) para a sua mãe e o menino perdeu para o seu pai, por isso o corpo e a mente ficaram tão competitivos. E como esse traço se forma na fase do surgimento da sexualidade, o corpo ganha formas e aspectos muito atraentes, que por sua vez fazem com que essas pessoas sejam muito exigentes.

 

Como esse traço se desenvolveu em uma relação triangular onde a criança tentava formar um par com quem já tinha (seu pai e sua mãe), na vida, na carreira e nos relacionamentos pessoas assim se dividem sempre e têm muita dificuldade de focar em uma única coisa.

 

Quem tem o traço de caráter rígido muito alto vive com medo de ser traído, trocado ou excluído das relações.

Agora vem a pergunta que não quer calar:

COMO ISSO TUDO PODE ESTAR AFETANDO A SUA VIDA AMOROSA?

Vamos para a segunda etapa, que é quando a criança nasce, sai do útero e vai para a fase da amamentação e quem passou por essa fase “mamando demais” ou “mamando de menos”, tem o traço de caráter oral mais alto, que vai dar para o corpo um formato mais arredondado, muitas vezes com aspectos infantis e um olhar que conecta muito. São pessoas extremamente comunicativas (o nome “oral” é bem sugestivo), adoram contato com pessoas, não conseguem ficar sozinhas muito tempo, são pessoas extremamente sentimentais e morrem de medo de serem abandonadas.

 

A terceira etapa de mielinização da coluna, forma o terceiro traço de caráter e eu não quero que você se assuste com o nome, o traço de caráter psicopata (não estou falando daquele que você viu nos filmes e nas novelas, é apenas o nome científico) se forma quando a criança já tem controle da parte superior do corpo, ela já controla bem o tronco, mas ainda não controla bem as pernas porque a mielinização da medula ainda não desceu o suficiente.

 

Quem tem muito desse traço de caráter vai ter o corpo em forma de triângulo invertido, maior em cima e menor embaixo, até o rosto fica triangular (queixo mais pontudo). São pessoas extremamente articuladas. Gostam de negociar, liderar e criar planos, mas não são pessoas executoras, eles preferem que os outros façam. Eles mandam muito e realizam pouco. Outra característica importante para a mente desse tipo de pessoa é que são pessoas mais frias, que não mostram seus sentimentos e não têm muita facilidade em se interessarem pelos dos outros.

 

O grande medo dos psicopatas é se sentirem manipulados ou usados por outras pessoas.

 

Já está se identificando aí? Lembre-se de não ficar tentando entender o seu companheiro ou a sua companheira, concentre-se em você por enquanto. Ok?

Talvez a pergunta mais interessante fosse: como será que isso pode salvar a sua vida amorosa?

 

Mas vamos nos concentrar na primeira pergunta, até porque se você souber como isso está afetando a sua vida amorosa e o seu relacionamento, vai ficar muito fácil parar de criar ou de alimentar um problema que você não precisa ter, mas que hoje você só tem por não saber como a sua mente e as suas emoções funcionam.

 

O que eu quero que você entenda neste momento:
 

  1.  Tem coisa que você sente que não é culpa da pessoa que está do seu lado. Você sente porque o seu sistema nervoso está programado assim e quando você não consegue evitar essa sensação de rejeição, abandono, manipulação, humilhação e traição, você vai descontar em alguém e o como o seu parceiro ou a sua parceira é a pessoa mais próxima, a culpa acaba caindo sempre nela e aí os problemas começam. Esse peso extra que você vive no seu relacionamento precisa e pode sair da relação. Você não precisa jogar o peso das dores dos seus traços de caracteres no outro e nem aceitar o dele.
     

  2.  Tem coisa que o seu parceiro ou sua parceira faz contigo que você odeia, só que ele(a) não sabe disso e na verdade você também não sabe o motivo pelo qual você reage tão mal. Por exemplo os esquizóides não gostam de contato físico, já os orais só conseguem falar pegando. Quando o esquizóide está se sentindo rejeitado, ele vai ficar superácido e não vai querer nem contato físico, nem visual, nem emocional… nada. E se o outro for muito oral, como você acha que ele vai se sentir? É preciso aprender a “respeitar a dor do outro” e não pegar para si. Muitos relacionamentos vão por água abaixo em um exemplo como esse aí, só porque um lado (mais oral) se sente carente e abandonado quando o outro lado (mais esquizóide) quer se fechar um pouco na caverna dele. Só que o problema é que nem o que quer se fechar sabe que precisa disso e o motivo pelo qual precisa, muito menos o outro lado que se sente abandonado tem como saber que não é com ele, muitas vezes na boa intenção ela ainda acha que tem que se doar mais e acaba sufocando o outro.

    Gente, muitos, muitos, mas muuuuuitos conflitos de casais não existiriam se cada um soubesse como a sua própria mente e as suas próprias emoções funcionam.
     

  3.  E por último, tem uma coisa que é muito importante que você saiba: Cada traço de caráter funciona de um jeito, cada um sente e manifesta amor de um jeito. Se você não souber como você percebe o amor, você sempre terá uma dificuldade enorme de perceber as demonstrações de amor do outro e se sentir amado ou amada.

 

Tem gente que explica o que sente, tem gente que demonstra com afeto, tem gente que ama dando força e suportando as dificuldades do outro, tem gente que ama negociando… Cada traço de caráter vai manifestar e perceber amor de uma forma e um casal que não sabe como o outro demonstra e recebe amor, vai viver só o lado ruim do outro. Aí a relação fica pesada, chata, cansativa e sem sentido.

 

E o pior é que muitas vezes a pessoa já sofreu isso em vários outros relacionamentos que ela começa a acreditar que vida a dois é assim mesmo. Mas deixe eu te falar, não é não.

E se você gostou desse conteúdo, se identificou e se interessou pelo assunto, eu tenho um convite pra você.

 

Invista um tempo nisso, tenha acesso ao conhecimento sobre você e sobre o outro que você nunca tentou buscar antes e entenda o quanto de cada sensação dessa você tem registrada no seu sistema nervoso e o quanto a sua mente é sensível a cada uma delas.

 

Descubra o mapa emocional da pessoa com quem você convive para que você saiba o que fazer e o que não fazer com ela. Isso vai te ajudar até para que você consiga se comunicar com o outro para pedir à ele que não faça contigo o que o seu sistema nervoso não aceita muito bem e também para você se comprometer com ele a não “pisar nos calos emocionais” que ele carrega desde o útero da mãe.

 

Isso vai fazer você conseguir preservar os sentimentos, as emoções e as expectativas da pessoa com quem você escolheu compartilhar a sua vida e melhor, eu te garanto que você vai encontrar pelo menos uma forma eficiente de demonstrar corretamente o seu amor e o seu zelo, tanto por ela quanto pelo relacionamento que vocês estão construindo juntos.

 

Esse conhecimento pode salvar a sua relação e te mostrar um caminho para ser feliz de um jeito muito mais leve, encaixando corretamente as duas pecinhas, que apesar de serem diferentes, podem perfeitamente ficar bem juntas.

 

E se você se identificou com o que eu trouxe aqui e se quer mais desse conhecimento você precisa saber quanto de cada um desses traços de caracteres você tem na sua mente.

 

Recentemente saiu no site da Veja, da Exame e da InfoMoney, o quanto esse tipo de análise está revolucionando o mercado do desenvolvimento humano e como as pessoas estão aproveitando isso no mundo corporativo.

Ela pode ser feita por fotos comuns do dia a dia, por videoconferência e ao vivo.

Eu sou uma das pessoas treinadas e autorizadas para aplicar essa ferramenta, o Mapa dos Caracteres.

 

A análise é super-rápida, pode ser feita via internet e gravada para que você possa assistir quando quiser.

 

Nessa análise você também vai entender um pouco mais sobre cada traço, entender quanto de cada um deles você tem e saber exatamente como a sua combinação afetou os seus relacionamentos anteriores e de como está afetando o atual.

O mais legal é que a gente faz a análise do casal separadamente e depois a gente combina o gráfico dos dois para mostrar os pontos de conflitos e os pontos de impulso que em geral, poucos casais usam, até por não saberem que existe.

Para agendar uma análise, saber mais ou receber mais materiais, envie uma mensagem ou me chame pelo WhatsApp

(82) 9 8175-0325.

Será um prazer te ajudar, eu te garanto que o seu relacionamento vai ficar muito mais leve, independente da fase em que vocês estiverem, isso pode ser feito com namorados, noivos e cônjuges. Serve para quem tem filhos e para quem não tem, serve para casais héteros, para casais homossexuais… gente, isso funciona perfeitamente para qualquer tipo de relação a dois!

O mundo emocional que está registrado no seu sistema nervoso define como a sua mente funciona e revela que tipo de vida amorosa, afetiva e conjugal você está vivendo. O seu corpo é o reflexo visível do formato da sua mente

Eu posso te ajudar a entender o que você precisa para salvar o seu relacionamento ou construir um novo e melhor do que o anterior.

Depois dessa análise suas escolhas serão mais rápidas e mais seguras e é claro, seu relacionamento será mais feliz.

 

Agende um contato, deixe-me te ajudar. A análise é rápida, é feita com roupa normal, o preço é super acessível e o resultado vai te surpreender.